A autarquia marinhense prepara-se para apresentar uma candidatura ao Programa Alojamento Estudantil a Custos Acessíveis ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), que prevê um investimento de cerca de 2,5 milhões de euros, na reconversão da antiga Albergaria Nobre em Residência de Estudantes

 


Na reunião do executivo camarário do dia 28 de fevereiro, foram aprovados os termos e a celebração do Contrato e Consórcio entre o Município da Marinha Grande e o Instituto Politécnico de Leiria, para a concretização deste projeto.

“Pretendemos candidatar ao PRR a reabilitação de um edifício adquirido pelo Município, orçada em cerca de 2,5 milhões de euros, para assegurar o direito do estudante do ensino superior deslocado a habitação condigna, através da redução dos respetivos custos, em especial para os estudantes social e economicamente mais vulneráveis”, refere o presidente do Município, Aurélio Ferreira.

Em causa está o edifício localizado na Rua Alexandre Herculano, no centro da cidade, onde funcionou a Albergaria Nobre, e que foi adquirido pelo Município no mandato anterior. Existe ainda um protocolo de cooperação entre o Município e o Politécnico de Leiria, assinado em maio do ano passado, em que a autarquia se comprometeu a “disponibilizar o edifício para acolhimento de uma Residência de estudantes”.

O Município assume a liderança do consórcio, constituindo-se como beneficiário final, disponibilizando o edifício para alojamento de estudantes que frequentam o ensino superior público, competindo ao Instituto Politécnico de Leiria a exploração e gestão deste projeto, assumindo a responsabilidade de copromotor.

A adaptação do edifício permitirá criar uma residência com capacidade para 76 camas, e desta forma “dar resposta à procura que se verifica e projeta com o crescente volume de investigadores e projetos de investigação internacionais, em desenvolvimento na cidade de Marinha Grande, através do Centro para o Desenvolvimento Rápido e Sustentável do Produto (CDRsp) e de uma vasta parceria com o tecido empresarial da cidade”.

Além de estudantes universitários, nacionais e estrangeiros, o espaço poderá acolher investigadores, docentes e não docentes de instituições de ensino superior, no âmbito da cooperação e apoio à investigação e à inovação no concelho da Marinha Grande com o Politécnico de Leiria, em particular articulação com o CDRSP, situado na Zona Industrial de Casal da Lebre.

e-max.it: your social media marketing partner